segunda-feira, 11 de maio de 2009

Peter Kogler




Peter Kogler, 49 anos, baseia o seu trabalho na concepção de espaços de arquitectura que oscilam entre a ficção e a realidade. Para as suas intervenções, usa suportes como a pintura, o vídeo de grandes dimensões, a escultura e as artes gráficas. Afirmam os especialistas que a sua obra nos convida «a entrar num mundo de signos e de ideogramas dominado por uma transformação infinita de imagens e de espaços digitais».
Como se pode ver no Museu Berardo, o artista encontrou na formiga e no cérebro dois temas que unem o simbólico ao orgânico, fazendo - como reza o programa - «referência à interpenetração da natureza e da tecnologia, a realidade e o virtual». O mesmo texto diz ainda: « Kogler procura um espaço onde os signos já não tenham carácter de imagens, mas onde produzam um efeito inapreensível».

A exposição estará patente até 31 de Maio.

Sem comentários:

Arquivo do blogue