quarta-feira, 6 de maio de 2009

Pura realidade

Um dia, em Marraquexe, regressava ao meu quarto quando o recepcionista do hotel me perguntou à queima-roupa: «O senhor não me quer vender aquele casaco azul que usou ontem à noite?». Antes que eu tivesse tempo de responder, ele acrescentou: «É que sabe... experimentei-o e fica-me mesmo bem».
Ia fazer-lhe parte da minha indignação, mas ele atalhou: « «É que sabe... em Marrocos não se encontram casacos tão bonitos. Eu dou-lhe o dinheiro que ele custou e, depois, quando voltar ao seu país, compra outro igual!».

1 comentário:

efyes! disse...

Aposto que o vendeste...

Arquivo do blogue