quarta-feira, 13 de julho de 2011

Bon Iver


Olhem bem para a fotografia (que saquei da Net, peço desculpa). Justin Vernon é a alma dos Bon Iver, cujo novo disco é das melhores coisas que ouvi nos últimos tempos. For Emma, Forever Ago, gravado numa cabana de madeira, algures no Wisconsin, e publicado em 2007, era já uma pequena maravilha, mas este segundo álbum ainda é melhor. Intitulado simplesmente Bon Iver, o novo opus é mais ambicioso e comercial do que o seu antecessor. É também mais experimental e pop, recorrendo a arranjos sumptuosos para fazer valer a voz de falsetto, deliciosamente melancólica e quase etérea, de Justin. Não há nada a fazer: estou encantado por estas melodias oníricas e enigmáticas, que me fazem caminhar sobre nuvens, mesmo quando não saio de casa.

Sem comentários:

Arquivo do blogue