quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Cego

Olha este cego: para onde ele vai, vai a noite. Tudo o que vê é o que lhe vai na alma.

Sem comentários:

Arquivo do blogue