domingo, 22 de dezembro de 2013

Jardim Gulbenkian

Gosto de jardins, porque aí posso ouvir a música que me corre nas veias. Porque aí posso olhar o mistério de existir e sentir uma espécie de paz. Na Gulbenkian, hoje, a luz era tão bonita que a trouxe para casa.


Sem comentários:

Arquivo do blogue