sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Campo de Ourique (hoje)

 
 
 
Ruas que se percorrem como versos. Pessoas que se cruzam num poema que se inventa passo a passo.

Sem comentários:

Arquivo do blogue